Nome: Penarol Atlético Clube

Alcunhas: Leão da Velha Serpa

Mascote: Leão

Fundação: 8 de agosto de 1947

Estádio: Floro de Mendonça

Capacidade: 5.000 pessoas

Presidente: Ila Rabelo

Website: www.penarol.com.br

Uniforme: Camisa azul, calção azul e meião azul

História do Penarol Atlético Clube

Na primeira metade do Século XX, mais precisamente nos anos 40, o Uruguai era a grande força do futebol mundial, vinha de duas conquistas Olímpicas, 1924 (Paris) e 1928 (Amsterdã) e uma Copa do Mundo em 1930 a primeira realizada no próprio Uruguai, em homenagem às suas conquistas Olímpicas.  Por volta de 1946 o time do Peñarol era a grande sensação no Uruguai, e gozava de enorme fama no cenário mundial.  Então, com a Europa do pós-guerra em reconstrução, o mercado futebolístico restringia-se à America do Sul, daí a razão pela longa excursão do Peñarol, por toda a Costa brasileira; desde o Rio Grande do Sul até Belém, e foi aí que se decidiu estendê-la até Manaus, como Itacoatiara era parada obrigatória de todos os navios com destino a Manaus, a delegação, resolveu fazer um treino técnico-desintoxicante no campo, onde mais tarde seria construído o Estádio Presidente Eurico Gaspar Dutra.  E a população ao tomar conhecimento do evento, compareceu em grande número para ver os astros do esquadrão do Peñarol, que à época era a base da Seleção “Celeste” do Uruguai, e que alguns anos mais tarde, vários destes atletas que por aqui passaram, levariam o Uruguai ao bi-campeonato Mundial em pleno Maracanã no Rio de Janeiro.

Quase um ano depois, quando ainda era latente a lembrança da passagem por Itacoatiara daquele timaço Uruguai, um grupo de jovens e visionários amigos, entre eles Luis Calheiros Gama, Laureano Seixas, José Lemos de Abreu e Sebastião Mestrinho, liderados por Marcos Esteves, fundou em 08 de agosto de o nosso vitorioso Penarol Atlético Clube, agora sem o til (~).  Sendo Sebastião Mestrinho, há época oficial da Mesa de Renda do município, eleito por aclamação, o primeiro presidente do Clube.

Em 1980 o Clube disputou o seu primeiro Campeonato Amazonense de Futebol, seguindo na disputa ininterruptamente até 1989, depois disputou em 1991 e 1993, daí só retornando em 2007 via Série B do amazonense, do qual foi Vice-campeão em 2008, quando ascendeu à elite do futebol amazonense, e já em 2010 sagra-se Campeão Amazonense, conquistando com isso o direito de representar o Amazonas na Copa do Brasil 2011 contra o Paysandu do Pará, com quem travou uma acirrada disputa, tendo sido eliminado após uma derrota (2×3) em Itacoatiara e empate (2×2) em Belém e Campeonato Brasileiro Série D – 2011, que começa em julho.  Sendo este o nosso grande objetivo no presente exercício. Já que este ano conseguimos o Bicampeonato em disputa acirrada com o Nacional de Manaus.      

Primeiros campeonatos

O Penarol filiou-se à Federação Amazonense de Futebol para disputar o campeonato profissional de 1980.

A estreia aconteceu no dia 1º.de agosto desse ano, no estádio “Floro Mendonça”, em Itacoatiara. O Penarol empatou com o Libermorro, da capital, em 1 a 1.

Penarol:

 Ariril, Nunes, Zé Arlindo, Idário e Paulo Afonso; Carioca, Farias e Hamilton; Lôla, Índio (Marcelo) e Eraldo. Técnico: Carlos Moraes.

Libermorro:

Edmundo, Lauro (Zé Carlos), Maciel, Valdir e Hilton; Júlio Cezar e Evandro; Celio, Silva, Janilson e Roberto.

O jogo apitado por Geraldino Cruz, auxiliado por Rosquilde Serra e Antônio Vaz Cerquinho.

O Penarol foi o primeiro clube do interior a participar do Campeonato Amazonense, apesar de fundado em 1947, o primeiro Campeonato Amazonense de Futebol que disputou foi em 1980 e jogou seguidamente até 1989 e os anos de 1991 e 1993.

Retorno ao profissionalismo

Em 2006, o Fast Clube, time tradicional de Manaus, resolve mandar seus jogos no município de Itacoatiara e chega ao vice-campeonato, com isso muita gente pede a volta do clube original e tradicional de Itacoatiara, pois o Fast era originalmente de Manaus e isso desagradava boa parte da população daquele município.

Série B do Amazonense 2007

Com o sucesso do Fast Clube e com a volta do Campeonato Amazonense de Futebol – Segunda Divisão, o clube volta ao profissionalismo em 2007, estreando em Itacoatiara no Estádio Floro de Mendonça contra o Holanda, perdendo por 1×0.

No primeiro Turno ficou em segundo lugar, atrás somente do Holanda, a campanha do primeiro turno foi a seguinte:

21/10/2007 Penarol 0-1 Holanda

25/10/2007 Penarol 6-1 Olímpico

31/10/2007 Penarol 1-1 Nacional-B

04/11/2007 Penarol 4-4 Nilton Lins

07/11/2007 Penarol 3-2 CEPE Iranduba

11/11/2007 Penarol 2-0 CDC Manicoré

No segundo Turno a equipe caiu de produção e obteve a seguinte campanha, ficando em penúltimo lugar:

17/11/2007 Penarol 1-1 Holanda

22/11/2007 Penarol 2-1 Olímpico

28/11/2007 Penarol 1-3 Nacional-B

02/12/2007 Penarol 2-5 Nilton Lins

05/12/2007 Penarol 2-2 CEPE Iranduba

09/12/2007 Penarol 2-3 CDC Manicoré

No geral a equipe foi o 5º colocado no campeonato Amazonense da Serie B2007 que marcava a volta da equipe aos Campos profissionais.

Serie B de 2008 e o acesso

No ano de 2008 a equipe consegue o vice-campeonato e ascende para a 1ª divisão do Campeonato Amazonense de Futebol de 2009 com os seguintes números;

1° Turno foi 3° colocado:

31/08/2008 Penarol 0-0 Tarumã

07/09/2008 Penarol 3-4 Rio Negro

14/09/2008 Penarol 5-0 Libermorro

21/09/2008 Penarol 2-1 São Raimundo-B

01/10/2008 Penarol 1-0 Manicoré

11/10/2008 Penarol 3-1 Nilton Lins

2° Turno foi vice-campeão:

19/10/2008 Penarol 1-1 Tarumã

26/10/2008 Penarol 0-1 Rio Negro

30/11/2008 Penarol 6-0 Libermorro

08/11/2008 Penarol 2-1 São Raimundo-B

23/11/2008 Penarol 2-0 Manicoré

30/11/2008 Penarol 3-2 Nilton Lins

No Geral a equipe foi vice-campeã e garantiu vaga na Serie A ao lado do Rio Negro e do CDC Manicoré.

A volta a Elite do Futebol Amazonense

Em 2009, na sua volta à primeira divisão amazonense, faz uma boa campanha no primeiro turno, só que prejudicado com a formula de disputa do segundo turno o clube caiu de produção e no geral ficou na 5º colocação entre dez times, com 21 pontos ganhos.

2010 – Campeão Amazonense

Em 2010, três anos após seu retorno ao profissionalismo, o Leão da Velha Serpa faz indiscutivelmente, a melhor campanha dentre todos os 10 clubes participantes, culminando com o título amazonense conquistado em cima do Fast Clube ganhando os dois jogos da decisão por 1 a 0 e aumentando ainda mais o jejum do Tricolor de Aço, que agora amarga 40 anos sem título. Esse foi o primeiro título amazonense do clube de Itacoatiara em 63 anos de história. A conquista deu direito ao Penarol de disputar a Copa do Brasil 2011 e a Série D 2011.

2011, o bicampeonato

Em 2011, o Penarol surpreendeu mais uma vez. Após uma campanha regular nos respectivos turnos, o time itacoatiarense jogou quatro vezes contra o Nacional de Manaus, (duas vezes nas finais dos dois turnos e duas vezes na Taça que valeria o Campeonato Estadual.) no qual obteve uma vitória e três empates, sendo que, em jogos que houve dois empates, o Leão da Velha Serpa decidiu nos pênaltis e teve uma derrota e uma vitória, sendo a última que culminou no bicampeonato estadual. Sendo assim, o time então dirigido por Uidemar Oliveira foi considerado o único do interior do estado a obter dois títulos seguidos, desbancando até mesmo os principais times da capital amazonense.

Títulos Estaduais

Campeonato Amazonense: 2 vez (2010 e 2011)

Torneio Início: 1 vez (1988)

Fonte: Baú Velho e Ignácio Guede